O cinema nacional tem uma longa história de sucessos e filmes medianos. O nosso santo de casa não faz milagres, mas certamente cativa de forma única cada espectador. Eu particularmente sou uma entusiasta quando trata de filmes nacionais.

Se refletirmos por um minuto, podemos fazer  uma lista de filmes nacionais que marcaram nossas infâncias. Quem está na faixa dos seus 30 e tantos anos, vai se lembrar dos clássicos da sessão da tarde: Os Saltimbancos Trapalhões, uma adaptação divertida da obra de Chico Buarque, que conta com Lucinha Lins em seu elenco. Você pode dizer que não gosta de trapalhões, mas garanto que lembra de Lua de cristal com Xuxa e Glu Glu, ou seja, Sergio Malandro(ié ié)!

É comum ouvirmos opiniões variadas sobre "nossos" filmes, a maioria delas, negativas. Ruins, explícitos demais, muitos palavrões, baixa qualidade e muitos outros adjetivos que, na minha opinião generalizam a produção brasileira de forma preconceituosa. Quando falamos dos melhores filmes nacionais, o primeiro que vem a mente é O Auto da Compadecida, e com razão, essa adaptação da peça homônima de Ariano Suassuna é uma obra de arte, que mostra de forma divertida um pouco da nossa cultura. Mas ainda não temos um filme que ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Já tivemos grandes obras como, O Quatrilho, Cidade de Deus, Carandiru, Tropa de Elite, Hoje eu quero voltar Sozinho e o filme que retrata o momento que vivemos, Bacurau, que hoje será liberado no youtube gratuitamente, fica uma dica!

Se você leu até aqui e pensou que eu ia falar apenas sobre filmes conhecidos, eu te convido para ver os filmes que não estão na boca do povo. Este estão entre os filmes que mais me causaram impacto: Abril de Despedida vai surpreender com a atuação de Rodrigo Santoro. O homem que copia é aquele que surpreende e deixa pasmo. Dois coelhos e O Redentor que deixa o lugar comum. O Palhaço com Selton Melo, simples e extremamente criativo. Aquarius, que causa desconforto, e se você tiver um tempo sobrando, assista Saneamento Básico, assim, sem expectativa, combinado?

Os filmes nacionais são um retrato fiel do brasileiro: divertidos, conflitantes, convidativos, reflexivos, mostrando nossa realidade, com muito bom humor e famoso jeitinho brasileiro!